Os problemas com a chegada do calor

Lancei a idéia do “catingômetro”, um aparelho que mediria a quantidade de fedor exalado pela axila de uma pessoa, e proponho uma lei para quem costuma esquecer de usar desodorante, assim empesteando a atmosfera. Pela lei, as pessoas cuja axila exalasse aquele desagradável odor de falta de higiene, seriam obrigadas a descer do veiculo ou a ficar o tempo todo de braços abaixados, poupando assim os outros usuários do meio de transporte da incômoda sensação de engulho e vertigem provocados pela súbita inalação de tão detestável cheiro.

A postagem original está no Livro do Ódio, leia antes de opinar, ok?

Anúncios

3 Respostas to “Os problemas com a chegada do calor”

  1. Isso é um problema sério,mas há tratamentos(Risos).
    O aparelho seria indispensável para ajudar no tratamento também da falta de higiêne e achei a invenção maravilhosaaaa…!!!Só que já foi provado que desodorantes não faz bem para a saúde.
    Teríamos que fazer uma pesquisa mais profunda,pois eu mesma fui proibida de usar desde a minha adolescência pelo ginecologista.E hoje se fala até que desodorante dá câncer.
    Eu uso Colônias e sempre deu certíssimo.Só que o gasto é maior!!!(Risos)
    Adorei o texto!!!
    Você escreve coisas do cotidiano,da vida,verdades… “sem tampar o sol com a peneira”.
    Parabénsssss….!!!
    Bjss…linda amiga!

    Zailda responde:
    É, cada caso é um caso, mas acho que quando há higiene, seja usando colônias ou desodorantes, ou cremes antissépticos, o corpo humano não exala mau odor. Acho que é um pouco o caso de se gostar e de se tratar melhor, não acha?
    Você sempre comparecendo com seus comentários, obrigada mais uma vez!

  2. ei, massa isso de colocar um sistema de votação…

    Zailda responde:
    Essa é uma novidade do wordpress, que fez uma parceria, agora você pode colocar votação nos seus posts…

  3. […] o catingômetro! A idéia apareceu assim do nada, mas parece que está sendo aprovada no post Os problemas com a chegada do calor, que trata daquele incômodo sovaco mal-cheiroso que alguns indivíduos e (por quê não dizer?) […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: