Juro que tentei

Hoje foi meu primeiro dia de férias “na real”. Não tinha nada mais pra botar em ordem aqui em casa, tudo já resolvido na escola. Por quê é que quando a gente está de férias fica inventando coisas pra fazer? E essas férias curtinhas de julho são uma tentação, duas semanas e fazendo frio, não dá nem pra ir pra praia. Então a gente fica mofando em casa, promete pra si mesma que vai levantar de manhã bem cedo pra fazer caminhada todo dia, que vai fazer dieta, que vai descansar bastante, que vai ficar longe de preocupações e notícias estressantes… mas qual!

A gente começa a semana com faxina, depois vai à feira e ao super-mercado abastecer o armário e geladeira, lava e passa tudo quanto é roupa suja e também a que está mofando dentro do guarda-roupa. Aí pensa em descansar mas vem o bichinho que dá coceira e a gente começa já a se organizar pro semestre que vem! Ai, meu Deus, acho que sou viciada em trabalho!

Aí hoje eu jurei que não ia inventar mais moda nenhuma, me pego às 10 da manhã descascando e cozinhando toneladas de legumes pra semana inteira! Calma, Zailda, você está de férias! Saí da cozinha e logo sentei aqui, já comecei a fuçar em projetos de escola… pára, Zailda!

Fiquei uns momentos perdida em páginas de notícias (fui pra lá sem perceber, clicando assim como quem não quer nada…) e em poucos minutos já estava babando de ódio! E eu que jurei que não ia me envolver com nada disso nas férias, que ia ficar zen…

Levanto da cadeira em frente do pc, dou uma volta na casa e tento imaginar o que uma mulher que nunca trabalhou nem quis trabalhar faria no meu lugar. Deito na cama. Ligo a TV. Sem querer vou direto pro noticiário. O Cacciola estava dando entrevista. Disse que não era foragido. Vai ver resolveu assim de repente (coincidentemente com a denúncia contra ele) que ia passar uns meses na Itália. Diz que foi pra Itália dia 17 e (faz um gracejo, sorrindo) hoje é dia 17, olhem só que coincidência…

Começo a me coçar na cama. Se ele saiu daqui dia 17 e chegou dia 17, vai ver nem saiu do país. Vai ver foi só até ali na esquina comprar pão. Vai ver acha que somos todos idiotas. Desligo a TV.

Entro num blog e fico sem inspiração por minutos. Aí vem uma luz e começo a escrever. Quando termino vou dar uma olhada em minha obra: acabei de escrever um extenso artigo comentando e descendo o pau em políticos brasileiros.

Ai, meu Deus. Como é difícil essa vida de ocupada tentando se desocupar. Eu queria tanto simplesmente relaxar e descansar, sem dar a mínima para o que acontece fora da minha casa. Sem ligar se os ricaços e políticos pensam que só porque não temos tanto dinheiro ou poder quanto eles temos também menos QI. Ai, como eu queria… Eu juro que tentei…

(zailda coirano)

2 Respostas to “Juro que tentei”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: