Segunda braba

De ócio hoje meu dia não teve quase nada, tanto assim que só agora entrei aqui. Foi lavar roupa, fazer comida, e todas essas coisas chatas a que a gente tem que se sujeitar. Infelizmente não dá pra resolver tudo no mundo virtual.

Já pensou que maravilha se fosse só apertar um botão aqui no pc e a vassoura já saía varrendo tudo? E a comida pulasse dentro da panela no fogão? Pra mim ia ser um achado, só assim que minha bunda ficava quadrada de vez, de tanto ficar sentada aqui na frente.

A dieta vai ficar pra outra segunda, esqueci que ia fazer dieta e agorinha mesmo estou comendo um belo naco de geléia de mocotó. Assim vou ganhando uns quilinhos…

Por quê será que a gente sempre inventa de começar dieta na segunda, justo o dia que tem mais coisa pra fazer? Imagina se a gente vai lembrar de combinar alimentos, equilibrar pratos. Vai tudo o que vem pela frente mesmo. Só a ansiedade de saber que tem uma semana inteirinha pela frente já dá vontade de comer até o guardanapo. E o palito.

Meu marido, coitado, é um santo. Tem uma paciência comigo, acho que pensa que sou louca. Nesses casos é melhor não contrariar. Vai saber o que a pessoa é capaz de fazer, né?

No meu caso em particular não tem problema, já falei que minha loucura é mansa, sou apenas compulsiva. Não tenho esse negócio de ficar ouvindo vozes ou tendo visões mirabolantes. E nem preciso, pois minhas idéias normais (que eu considero assim) já são mirabolantes por natureza.

Outro dia falei pro meu marido:

– Vamos mudar pra Austrália?

E ele concordou. Claro, fez umas perguntas antes só pra ver se era sério mesmo. Acho que ele é tão doido quanto eu, depois eu fui ver que não é tão boa idéia assim. Quem sabe o Canadá?

Minha irmã vai mudar pro Canadá, ficar uns 5 anos com o marido, que ela importou da Alemanha. Como ela fala francês e alemão (além do português) e meu cunhado além do alemão fala inglês, ela acha que será uma boa idéia ter um filho lá porque assim a criança virá para o Brasil falando português, francês, alemão, inglês. E vai falar isso tudo com quem? Nisso a minha irmã não pensou… Meu sobrinho (ou sobrinha) vai é fazer uma baita embrulhada. Ora, se vai…

Mas deixa pra lá que o filho não é meu mesmo. Já tive 5 pra me preocupar, achava que quando ficassem adultos ficaria livre, que nada! Agora é que dão mais trabalho. Pelo menos quando eram crianças faziam o que eu queria. Agora é cada um por si. Na hora de fazer a cagada, porque na hora de pedir o “help, e agora?” lembram da mamãe aqui. E aí, vai dar jeito.

Pior é que além de tudo são teimosos. Devem ter puxado os respectivos pais porque eu nunca fui teimosa. Dizem que sou mais teimosa que uma mula, mas eu quero ver é me convencerem disso. Não sou teimosa, não. De jeito nenhum.

(zailda coirano)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: